A ANÁLISE DA ATIVIDADE E COMPETÊNCIAS OPERACIONAIS: ESTUDO DE CASO EM UMA FAZENDA EXPERIMENTAL

MARIA DE LOURDES SANTIAGO LUZ, João Alberto Camarotto

Resumo


Este artigo apresenta o estudo sobre as competências desenvolvidas na atividade do auxiliar operacional em uma fazenda experimental, com o propósito de apoiar as atividades de ensino e pesquisa de uma Instituição de Ensino Superior sob a perspectiva da ergonomia da atividade. Para o estudo sobre o trabalho e as competências operacionais utilizou-se na condução da pesquisa, os protocolos contidos na Análise Ergonômica do Trabalho (AET). O processo para recompor o quadro funcional da fazenda experimental está condicionado aos concursos públicos, protocolos e resoluções estabelecidas por leis estaduais e estatuto da universidade. Constatou-se a dificuldade de ingresso de servidores e fixação dos mesmos nos cargos de auxiliar operacional, evidenciando o conflito entre os perfis solicitados e os concursados aprovados. Para o trabalho que se desenvolve em uma fazenda experimental, a qualificação ou o saber do auxiliar operacional não estão contidos na descrição do perfil profissiográfico estabelecidos pela instituição (competências pessoais para a função). As competências operacionais estão compreendidas na forma de ações do auxiliar operacional e aos fatores inerentes ao trabalho, tais como, a complexidade e variabilidade, sob a característica da organização (fazenda experimental - unidade agrícola de pesquisa e ensino).


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.