Ergonomia e emergência na concepção do sistema de atendimento em vias públicas

José Roberto Dourado Mafra, Silvia Regina Teodoro Pinheiro de Barros

Resumo


Este artigo é o resultado de uma pesquisa, no Rio de Janeiro, analisando o trabalho de resgate em vias públicas. As hipóteses iniciais configuraram o processo de tomada de decisão em situações de risco. Observamos o comportamento cooperativo durante a gestão do processo de resgate, assim como as regulações desenvolvidas pelos operadores, caracterizando a manutenção do funcionamento do sistema. Partindo das considerações práticas do campo, em uma perspectiva conjunta da Ergonomia, percebemos os limites da teoria clássica de sistemas para entender, conceitualmente os principais pontos da atividade de trabalho. O projeto e concepção de sistemas de trabalho de resgate em vias públicas, se refere aos entendimentos da complexidade, pelos ergonomistas, sobre este tipo de atividade, como discutimos na abordagem teórica.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.