Revisão de Fatores Humanos em Estudos sobre Trabalho em Turnos

Marcelo Pereira da Silva, Fernando Gonçalves Amaral

Resumo


Devido às crescentes demandas de produtos e serviços no contexto produtivo em uma economia de larga escala, o entendimento das relações decorrentes da utilização de sistemas de trabalho em turnos se torna cada vez mais necessária, ampla e difundida. Estudos foram realizados sobre a organização do trabalho em turnos, mas carecem de uma revisão criteriosa sob o enfoque de fatores humanos. Logo, para contribuir com um melhor entendimento sobre o tema, este estudo objetiva revisar os fatores humanos relacionados em pesquisas sobre sistemas de turno fixo e turno alternante. Quarenta e quatro estudos transversais e quatorze estudos longitudinais foram revisados para identificar categorias de fatores: pessoais, ocupacionais e psico-organizacionais, verificados em cada estudo. Foram encontrados mais de 70 fatores ligados a estas categorias. Além disso, os estudos foram classificados apresentando os principais fatores associados com os sistemas de trabalho em turno, inclusive com a identificação daqueles que encontraram correlações estatisticamente significativas. Através da observação do número de estudos que utilizaram determinados fatores foi possível inferir sobre seus impactos em cada tipo de sistema.

Palavras Chave: Fatores humanos, trabalho, turnos


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.