DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E ANÁLISE DA DEMANDA NA PRODUÇÃO FAMILIAR DE FARINHA DE MANDIOCA: O CASO DA FARINHA D´ÁGUA

Lucas Moreira de Souza, Nilton Luiz Menegon

Resumo


Este artigo tem o objetivo de discutir as mudanças e as razões das transformações tecnológicas levantadas como parte da Análise da Demanda (Guérin et al, 2001) no trabalho intitulado: As transformações tecnológicas na produção familiar de mandioca - um estudo de caso sobre a farinha d´água em Calama, município de Porto Velho (Souza, 2013). Neste trabalho é descrito o processo de produção da farinha d´água e também retomada as mudanças tecnológicas de processo, de máquinas e técnicas de manuseio ocorridas nesta localidade em contraposição as condições de trabalho. Nesta comunidade ribeirinha, que não possui ligação rodoviária com o restante do Brasil, as casas de farinha possuem forte participação no fornecimento de trabalho e renda para a população local. Existem em torno de 20 casas de farinha. A coleta dos dados do trabalho citado foi realizada entre Setembro e Outubro de 2012. Utilizaram-se o método de estudo de caso (Yin, 2004) e entrevistas semi-estruturadas, registros audiovisuais e fotográficos para a coleta dos dados. Tendo em vista a diversidade de realidades e possíveis transformações ocorridas, realizou-se um recorte em torno da história e da dinâmica de trabalho de algumas casas de farinha. Esse estudo teve origem a partir das demandas por melhorias dos ribeirinhos e das ribeirinhas no processamento da farinha d´água, além das difíceis condições de trabalho observadas pela vivência do pesquisador na comunidade em questão. Enfim, foram identificados vários agravantes em torno das condições de trabalho e das mudanças tecnológicas ocorridas nas casas de farinha, além da existência de um típico processo de produção familiar de farinha não encontrado na literatura revisada e em trabalhos consultados sobre o assunto.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.