ANÁLISE DE CONDIÇÕES TÉRMICAS NOS BLOCOS DIDÁTICOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS - REGIONAL CATALÃO

Débora Adiane Borges, André Alves de Resende, Antover Panazzolo Sarmento, Ed Carlo Rosa Paiva

Resumo


A busca por ambientes adequados associados à satisfação térmica é cada vez mais relevante, principalmente após pesquisas comprovarem a relação do conforto com a produtividade. Baseado nessa importância, desenvolveu-se uma análise das condições térmicas na sala 301 do Bloco Didático I (BD1) na Universidade Federal de Goiás (UFG), Regional Catalão. O conforto térmico foi avaliado pela ISO 7730 através dos índices PMV e PPD e pelas prescrições da NR 17. Enquanto o estresse térmico, foi avaliado pelo valor máximo do IBUTG conforme a NR 15 e a NHO 06. Utilizou-se um medidor de estresse térmico para determinar o IBUTG e as temperaturas de bulbo seco, bulbo úmido e de globo, a partir dos quais foram determinados a temperatura efetiva e os índices PMV e PPD com o auxílio dos programas Grapsi v. 5.1 e Ladesys v. 1.0, respectivamente. A sala apresentou-se como desconfortável por calor principalmente na primavera e verão, enquanto no outono e inverno houve dias confortáveis para a mesma desocupada, sem, contudo garantir que essa permaneceria confortável quando cheia de alunos. Possíveis soluções para o problema seria a colocação de brises na fachada esquerda do BD1, arborização e instalação de climatizadores.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.