Theory of complex communication

Colin B. Grant

Resumo


A teoria interdisciplinar da comunicação pode contribuir para uma teoria de complexidade em contextos capazes de análise empírica (p.ex. comunicaçoes em hospitais, entre pilotos e torres de controle ou entre plataformas de perfuração e mergulhadores) na medida em que oferece uma modelagem de processos comunicacionais como processos complexos e instáveis. A instabilidade – ou contingência da comunicação – deriva, por sua vez, da complexidade do agente (autonomia cognitiva), da complexidade da interação intra-sistémica bem como extra-sistémica e da complexidade da relação de referência entre a comunicação e o real assim como entre a comunicação e sujeitos (agentes). Neste sentido, este artigo oferece uma teoria da comunicação complexa, utilizando fontes interdisciplinares tais como o construtivismo radical, a teoria dos sistemas, a lógica vaga e a semiótica.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.