ABERGO - Associação Brasileira de Ergonomia

faq

Perguntas frequentes:

1. Como faço para me associar à Abergo?

Não há pré-requisitos para se tornar sócio da ABERGO, basta dirigir-se ao nosso site, preencher a ficha de pedido de associação, efetuar o pagamento da anuidade e nos enviar via e-mail( formulário e comprovante de depósito da anuidade). Para alunos de graduação e pós-graduação o valor da anuidade é de R$ 110,00 e há a necessidade de comprovação da condição de estudante. Para profissionais o valor é de R$ 320,00.

Confira os benefícios de ser um Associado Individual:
- Votar e ser votado para os cargos eletivos em todos os níveis ou instâncias;
- Participar das Assembleias Gerais e das eleições da ABERGO, com direito a 1 (um) voto;
- Participar dos Grupos de Trabalho em áreas específicas de interesse da Ergonomia Brasileira;
- Apresentar moções, propostas e reivindicações a qualquer dos órgãos da ABERGO;
- Apoiar, divulgar, propor e efetivar eventos, programas e propostas de trabalho, conforme as finalidade da ABERGO;
- Descontos importantes para participar dos CONGRESSOS, JORNADAS e outros eventos organizados pela Associação;

O passo a passo para a associação está no link abaixo:
http://www.abergo.org.br/internas.php?pg=tornando_se_socio

2. Quais os requisitos para obter minha certificação pela ABERGO?

a) Ser associado da ABERGO há, no mínimo, 1 ano;

b) ter feito pelo menos a pós-graduação em ergonomia lato sensu, ou ter realizado Mestrado ou Doutorado na área, com dissertação ou Tese tendo a Ergonomia como objeto, com orientação de um Professor/Pesquisador Certificado pela ABERGO;

c) o candidato que completar curso de pós – graduação após 2013, o curso de especialização deve estar previamente acreditado no sistema de certificação da ABERGO;

d) o candidato deve ainda prestar e ser aprovado no exame nacional de ergonomia. Este exame é anual, com a data previamente avisada no site. Normalmente é realizado durante congresso ou outro tipo de evento organizado pela Associação. As normas estão no site da ABERGO e você pode acessá-las;

e) a categoria da certificação (Nível III, II, I ou Sênior) vai depender da aprovação e da análise do dossiê que você apresentará junto à solicitação de acreditação;

Este é o processo regular de certificação. Todas as informações estão, passo a passo, disponíveis no site da Associação.

3. Fiz o curso de Especialização de 360h em curso acreditado pela ABERGO e desde então atuo na área. Quero prestar o ENERGO e me certificar. Em que nível ficarei?

No momento em que o candidato ao título de Ergonomista certificado é aprovado no ENERGO, ele é certificado Nível III. A partir daí, após o término da validade da sua certificação, ele envia à Câmara de Certificação da ABERGO o pedido de renovação de certificação e pode pleitear a mudança do seu Nível de Certificação conforme os requisitos de mudança de Nível disponibilizado em nosso site em: Normas ERG BR – Norma 3001 (clique aqui).

4. Qual o curso tenho que fazer para me tornar um ergonomista?

Segundo o Sistema Brasileiro de Certificação da ABERGO, cujas normas estão no nosso site, para ser ergonomista e exercer a profissão faz-se um curso de pós-graduação lato sensu, de no mínimo 360 horas, em uma universidade credenciada pelo Ministério da Educação. Os cursos acreditados pela ABERGO são os da PUC- Rio, da Poli-USP, do SENAC- São Paulo e Ribeirão Preto, do CESERG/UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro e da UEL – Universidade Estadual de Londrina.

5. Meu título venceu há alguns anos, e não tinha me dado conta. Posso renovar a qualquer momento?

O Certificado de Ergonomista tem sua data de validade impressa em seu verso, com validade a ser contada de sua data de expedição. Você deve proceder a sua renovação no ano em que ele vencerá. Mas caso você perca a data, pode encaminhar a documentação a qualquer momento. A renovação de certificação, agora, é um processo contínuo. Você deve enviar sua documentação conforme as orientações disponibilizadas no site.

6. Vou enviar os meus documentos comprobatórios. Só que prestei alguns serviços consultorias, com documentos confidenciais. Deverei enviá-los mesmo assim?

Somente a Câmara de Certificação da ABERGO tem acesso aos documentos e por isso compromete-se a manter o sigilo durante a avaliação dos dossiês. Assim que o processo for concluído, todos os documentos recebidos serão destruídos, garantindo o sigilo das informações enviadas.

7. Em qual instituição os ergonomistas obtêm registro profissional?

Não há um Conselho para a Área de ergonomia. A ABERGO é a única associação no Brasil que certifica os profissionais e também é uma associação profissional e científica, conforme os estatutos que estão no site da associação.

8. A ABERGO oferece cursos?

A ABERGO é associação de profissionais, professores e pesquisadores em e de Ergonomia. Nós não elaboramos ou executamos cursos. Cursos de boa qualidade são certificados pela Associação depois de passar por extenso e criterioso processo e o nome dos mesmos encontra-se no site da entidade.

9. Vocês indicam outros cursos? Verifiquei que tem um MBA em Ergonomia, vocês indicam algum desses cursos?

Sugerimos a você buscar uma Instituição publica ou privada de qualidade reconhecida. O Fórum Nacional de Certificação definiu no ano 2010, durante o Congresso ABERGO 2010, que a partir de 2013 somente poderão prestar o exame os ergonomistas que fizerem cursos acreditados pela ABERGO. Veja que isto é o Fórum de Certificação que decide. Não é a diretoria da ABERGO.

10. Quais são os cursos de pós-graduação acreditados pela ABERGO?

PUC-Rio Poli-USP SENAC-SP e Ribeirão Preto, CESERG/UFRJ e UEL – Universidade Estadual de Londrina

11. Como obter informações sobre os cursos que são acreditados pela ABERGO?

Não temos disponíveis, diretamente, todas as informações necessárias sobre os cursos acreditados. Recomendamos que entrem no site de cada um deles. Assim terão acesso a todas as informações necessárias, inclusive com a possibilidade de solicitar complementações a estas informações diretamente dos coordenadores destes cursos.

12. Como obter auxílio da ABERGO para trabalhos de cursos?

Nós não prestamos esse tipo de assessoria. Nosso site possui informações gerais sobre Ergonomia que podem ser úteis, inclusive o acesso ao periódico científico “Ação Ergonômica”, único do Brasil que trata exclusivamente deste tema científico. Não temos material impresso disponível.

13. Como faço para obter lista de ergonomistas certificados pela ABERGO?

A ABERGO não envia listas de associados. Por questões éticas e de regras de gestão de informações pessoais, nossa política é diferente: você deve nos enviar um e-mail informando a sua demanda, esclarecendo detalhadamente os motivos da demanda, a empresa, o contato, entre outras informações pertinentes, e nós enviamos o mesmo a TODOS os sócios. Assim eles entrarão em contato com a sua empresa.

14. A anuidade da ABERGO é paga de forma proporcional aos meses do ano?

Não, infelizmente ainda não temos este controle. Deve ser paga integralmente.

15. Gostaria de saber se ergonomista é uma categoria profissional?

No Brasil a profissão de Ergonomista não é regulamentada. Historicamente foi introduzida no país pelas Escolas de Engenharia de Produção e de Design, mas sempre com um caráter multiprofissional e interdisciplinar. Isto ocorre em outros países. Engenheiros, médicos, fisioterapeutas, psicólogos, designers, educadores físicos e tantos outros profissionais podem exercer a atividade de Ergonomista. Para algumas destas profissões, os próprios Conselhos Profissionais determinam algumas regras específicas, que só tem valor para a própria profissão regulamentada.

Para a ABERGO, para ser Ergonomista há a necessidade de conclusão de um Curso de Pós- Graduação na área.

Para fins de certificação dos profissionais que assim o desejarem, a partir de 2013 somente serão reconhecidos os certificados fornecidos por cursos de especialização credenciados pela ABERGO.

Há vários anos a ABERGO luta pela qualificação da profissão e uma das estratégias é a promoção da Certificação de Ergonomistas e de Cursos de Especialização. A seriedade deste processo tem levado cada vez um maior número de empresas a preferirem estes profissionais certificados quando em seus respectivos processos de seleção de profissionais para os seus quadros.

16. Faço um curso de ergonomia não acreditado pela ABERGO e gostaria de saber se esse curso será aceito para a certificação depois da conclusão?

Não. A decisão votada pelo IX Fórum de Certificação do Ergonomista Brasileiro, em 2010 é que, a partir de 2013 só poderão prestar o ENERGO os alunos provenientes de cursos de Especialização em Ergonomia acreditados pela ABERGO.

17. Quais são os profissionais que possuem amparo legal (previsto em lei ou resolução) para emissão de AET (analise ergonômica do trabalho), de baseados na NR 17 do MTE?

No Brasil a profissão de Ergonomista não é regulamentada. Historicamente foi introduzida no país pelas Escolas de Engenharia de Produção e de Design, mas sempre com um caráter multiprofissional e interdisciplinar. Isto ocorre em outros países. Engenheiros, médicos, fisioterapeutas, psicólogos, designers, educadores físicos e tantos outros profissionais podem exercer a atividade de Ergonomista. Para algumas destas profissões, os próprios Conselhos Profissionais determinam algumas regras específicas, que só tem valor para a própria profissão regulamentada.

Para a ABERGO, para ser Ergonomista há a necessidade de conclusão de um Curso de Pós- Graduação na área.

Para fins de certificação dos profissionais que assim o desejarem, a partir de 2013 somente serão reconhecidos os certificados fornecidos por cursos de especialização credenciados pela ABERGO.

Há vários anos a ABERGO luta pela qualificação da profissão e uma das estratégias é a promoção da Certificação de Ergonomistas e de Cursos de Especialização. A seriedade deste processo tem levado cada vez um maior número de empresas a preferirem estes profissionais certificados quando em seus respectivos processos de seleção de profissionais para os seus quadros.

18. Quem pode assinar AET (analise ergonômica do trabalho)?

A posição da ABERGO é que só uma pessoa com curso de pós-graduação lato sensu, de no mínimo 360hs , pode assinar AET (analise ergonômica do trabalho). Há vários anos a ABERGO luta pela qualificação da profissão e uma das estratégias é a promoção da Certificação de Ergonomistas e de Cursos de Especialização. A seriedade deste processo tem levado cada vez um maior número de empresas a preferirem estes profissionais certificados quando em seus respectivos processos de seleção de profissionais para os seus quadros.

19. Como faço para obter a certificação pela ABERGO da minha empresa?

A ABERGO certifica pessoas e cursos. Não temos ainda a certificação de empresas. Temos a categoria de Sócio Empresa, que confere alguns direitos aos seus membros, como pode ser conferido em nosso Estatuto, disponível no site da Associação. Em nosso entendimento, o trabalho do profissional certificado, sua análise ergonômica, se estende a sua atividade profissional, e as empresas, ao fazerem uso deste trabalho, conferem ao seu produto um indicativo de que o mesmo foi executado por profissional certificado pela ABERGO.

20. Sou fisioterapeuta do trabalho e procuro oportunidades de emprego aqui onde moro. Posso contar com a ajuda de vocês?

A ABERGO é uma associação sem fins lucrativos cujo objetivo é o estudo, a prática e a divulgação das interações das pessoas com a tecnologia, a organização e o ambiente, considerando as suas necessidades, habilidades e limitações. Não promovemos cursos, nem funcionamos como agência de empregos. O que a ABERGO faz é encaminhar para seus associados as demandas de empresas que nos procuram, interessadas na contratação de ergonomistas.

21. Como é reconhecido o diploma de Curso Universitário e de pós-graduação em ergonomia realizado no estrangeiro?

No Brasil, o reconhecimento de diplomas de Cursos Universitários e de pós-graduação realizados no estrangeiro é realizado, a pedido do interessado, por Universidade Federal habilitada para tal pelo Ministério de Educação. A Universidade deve possuir curso acadêmico igual ou correlato ao requerido. No Brasil não temos graduação em Ergonomia, apenas cursos de pós-graduação.